Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kate Sotero

14
Set17

Sobre a crítica e o medo

Kate

 

    A crítica vem do grego kritike que significa a arte de, discernir, separar, julgar. Muitas vezes criticamos, julgamos e sentimentos medo quando não estamos conectados e em plenitude connosco. No budismo o medo é visto como uma ilusão camuflada do ego. O mestre Budista Gueshe Tenzing num discurso na Galiza fala sobre o medo:  “Imagine que nós caminhamos, e há pouca luz e vemos alguma coisa enrolada na relva que nos faz medo, porque acreditamos que é uma cobra, quando são apenas dois cordões torcidos brancos e negros. Senão dermos valor a essa realidade que é algo errado, então não devemos temer. Por isso a partir da filosofia budista, o medo é apenas uma percepção falsa da realidade que provoca a mente “.

   O medo está muitas vezes relacionado com situações mal resolvidas do passado, feridas de culpa, abandono, rejeição, magoa, traição e injustiça. Muitas vezes esse medo é exposto para os outros atribuindo juízos de valores e falácias desagradáveis para obtermos respostas que nunca poderão vir de outrem. 

 

IMG_7393.JPG

  Ninguém tem de nos dar justificações sobre a sua vida, assim como nós não temos de partilhar sentimentos ou acções se não sentirmos que o temos de fazer, cada pessoa está na sua individualidade, num processo de evolução, e o facto de emitirmos juízos de valor sobre determinado assunto que não nos diz respeito é uma perda de energia e desfoco no nosso caminho. No taoismo acredita-se que o chi (a energia que circula no nosso corpo e fora dele), é alimentada pelos nossos pensamentos e acções todos os dias. Esse fluxo energético vai ser restabelecido se as nossas palavras, acções, pensamentos e alimentação forem harmoniosos. 

 

 A escolha dos nossos pensamentos e a forma como gastamos o nosso chi no discurso é parte integrante do nosso caminho espiritual, quando passamos uma tarde a falar sobre a vida de outras pessoas, guerras, sentimentos de ódio ou mágoa sobre determinado assunto estamos a descer a nossa vibração. Por outro lado quando nos permitmos passar uma tarde a falar de assuntos que gostamos, música, arte, livros ou filmes que vimos, palavras de gratidão com a nossa vida, tornamo-nos mais estáveis emocionalmente e a nossa energia sobe. 

 

IMG_7394.JPG

 

  Nem sempre é fácil enterdermos o porquê de algo ter acontecido menos bem na nossa vida, mas nem sempre temos de ter respostas. Por vezes essas respostas surgem com o tempo, os acontecimentos menos bons vêm para nos trazer novos caminhos e abrir novas portas, só estamos abertos a esse caminho se nos entregarmos à humildade e aceitação de que na vida tudo pode mudar a qualquer altura, e que nessa transição, que está muitas vezes fora do nosso controlo, vem o consetimento e entendimento de que temos a capacidade de transmutar tudo isso em algo mais belo e puro. Temos sempre a opção de olharmos para o lado bom de aceitação e evolução ou olhar para o lado mau de vitimização, juizos de valor e incompreensão, que muitas vezes é o caminho mais fácil  porque nos faz perder o foco e centrar em padrões repetitivos do Eu. 

 

 Por vezes, certos acontecimentos são assustadores, e por vezes o medo vem ao de cima dizer-nos que não somos capazes e que não deveria ter acontecido desta maneira, mas acredito que temos a capacidade de passar qualquer obstáculo que a vida possa colocar.

 

 Quanto mais nos debatermos com um pensamento negativo ou atribuirmos a determinado assunto, pessoa ou material uma energia menos boa vamos criar vínculos energéticos e baixar o nosso campo. Por outro lado, se com aceitação nos desprendermos das amarras e como um rio fluirmos no decurso na vida, nos bons e nos momentos menos bons, o nosso pensamento começa a fluir livremente.

 

Hoje partilho convosco um texto taoista: 

 

 

 " Evite julgar ou criticar. O TAO é imparcial nos seus juízos: não critica ninguém, tem uma compaixão infinita e não conhece a dualidade. Cada vez que julga alguém, a única coisa que faz é expressar a sua opinião pessoal, e isso é uma perda de energia, é puro ruído. Julgar é uma maneira de esconder as nossas próprias fraquezas.

O Sábio tolera tudo sem dizer uma palavra. Tudo o que o incomoda nos outros é uma projecção do que não venceu em si mesmo. Deixe que cada um resolva os seus problemas e concentre a sua energia na sua própria vida. Ocupe-se de si mesmo, não se defenda. Quando tenta defender-se, está a dar demasiada importância às palavras dos outros, a dar mais força à agressão deles.

 

 

Com Amor,

Kate

20
Jun17

Páginas Soltas

Kate

 

 As pessoas chegam à nossa vida num instante e partem num segundo, como notas de uma melodia escrita, brotos de um pincel usado, personagens de uma história fictícia. Chegam repletas de nada com um saco de tudo, do tudo que o saco descarrega e do nada que fica cheio de tudo, e nós continuamos a nossa jornada.

IMG_5110.JPG

 

 

 Agradecidos pelo que nos foi instruído e repletos pelo que instruímos, focando-nos nas novas personagens, redesenhando novos caracteres, dando trilho à nossa história, guardando as magníficas memórias, movendo-nos no nosso rumo.

 

IMG_5094.JPG

 

 Sabendo que os encontros e reencontros são casualidades que nos trazem os mais belos desafios para as nossas vidas, e que por vezes esses reencontros podem ser para sempre ou por meros momentos consoante as escolhas que façamos, e que as façamos sempre com o nosso coração. Dizem que nada é para sempre, mas eu acredito que alguns momentos, conhecidos, familiares, amores, ficam gravados na nossa alma para toda a enternidade. 

 Acima de tudo acredito no amor e na felicidade, no contentamento de todos os dias e de levarmos estas pequenas passagens com um sorriso e um agradecimento interno pelo que nasceu de novo dentro de nós.

  

 

 Com amor,

Kate

 

13
Jun17

Exercício em casa

Kate

  Sempre gostei muito de fazer exercício, desde pequenina que a minha mãe sempre me incentivou a fazer, andei na natação, no ballet, no ténis, no basquetebol, spinning e no surf, mas depois com o trabalho e a rotina da casa, acabamos por não conseguir ter tanto tempo para fazer actividades extra.

 

 O exercício é para mim um escape, uma libertação, é a forma que tenho de repor todas as minhas energias, é onde liberto todos os pensamentos menos positivos e renovo a mente.

 

 

89d5d3748499519de0bc106caabe67a2.jpg

 

 

  A importância de pormos o nosso corpo a mexer, de repormos a forma como a nossa energia se move no nosso corpo é fundamental para a prevenção de muitas doenças como a artrite reumatóide, o cancro,doenças cardiovasculares, obesidade, depressão entre outras, para além de que ainda temos o extra de ficar com o corpo mais bonito e tonificado.

 É também uma oportunidade de darmos o nosso melhor de puxarmos por nós até ao nosso limite, de sabermos que todos os dias podemos dar mais um bocadinho de nós, e transferir isso para todos os campos da nossa vida.

 

 Hoje quero partilhar convosco alguns canais de exercícios que costumo fazer depois de ir correr, são exercício rápidos e práticos para fazer em casa:

 

Boho Beautiful: Este canal foi criado por um casal e tem várias subcategorias desde yoga, pilates, exercícios específicos para cada região do nosso corpo, dicas de nutrição e cozinha vegan, assim como, meditações guiadas para o bem-estar geral.

 

Xhit: A Rebecca Lousie é uma personal trainer que sofreu de anorexia, e através do exercício e da alimentação, conseguiu recuperar e equilibrar todo os danos causados pela doença. Começou assim a estudar desporto e no canal, ela mostra-nos vários tipos de vídeos aeróbicos e anaeróbicos, tem também alguns planos de dança.

 

Ballet Beautiful: Este plano de exercícios criado pela professora de Ballet Mary Helen Bowers, treinadora de algumas modelos da Victoria's Secrets como Lily Aldridge e a Candice Swanepoel, ajuda a tonificar, delinear e redefinir a nossa postura no dia-a-dia.

 

Tara Stiles: Esta modelo e professora de yoga criou vários planos e aulas de yoga para ajudar a definir a silhueta feminina e ao mesmo tempo repor a flexibilidade, os exercícios são preparados para quem não tem muito tempo no dia-a-dia para cuidar do corpo e da mente.

 

Com amor,

Kate.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D