Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kate Sotero

07
Ago16

Endometriose uma doença silênciosa entre as mulheres

Kate

A endometriose é uma doença crónica que atinge cerca de 1 em cada 10 mulheres em idade fértil.

Esta doença é dolorosa, silênciosa e crítica para muitas mulheres, pois deixam de conseguir fazer a rotina habitual, devido ás dores e cansaço extremo.

 

  O endométrio é a membrana que reveste a parede uterina, durante o mês esta membrana vai ganhando espessura e descamando e é expelida através da menstruação. O que acontece nesta doença, é que um tecido semelhante ao do endométrio implanta-se noutras regiões como nos intestinos, ovários, trompas, bexiga... e quando isto sucede o nosso organismo não consegue realizar o processo normal, e essa massa começa a ganhar mais espessura e a tornar-se benigna.

 

"Uma doença silênciosa que se estima afetar cerca de 178 milhões de mulheres em todo o mundo."

daf2183c5c95f44b95c65a2984675354.jpg

 

 

Sintomas:

  • Dor durante ou após o acto sexual
  • Dor pré-menstrual (dispareunia)
  • Cólicas menstruais (dismenorréia)
  • Dificuldade em engravidar
  • Diarréia ou prisão de ventre
  • Sangramento menstrual intenso
  • Fadiga
  • Dores na região lombar
  • Inchaço abdominal

 

Tratamento

O tratamento pode ser feito de várias maneiras, seja por pílulas anticoncepcionais, analgésicos, tratamento hormonal ou cirurgia. A nível das terapias complementares a acupuntura tem demonstrado resultados no alívio dos sintomas associados.

Para problemas relacionados com infertilidade recomendo o médico Dr.António Setúbal que tem ajudado muitas mulheres que sofrem desta patologia e em casos de infertilidade. (Este médico foi-me recomendado por uma amiga, entretanto conheci algumas mulheres que foram ajudadas por ele e que estão muito felizes com os resultados).

 

 Nós mulheres por vezes tentamos resistir ás dores, achamos que é normal sofrer de dores menstruais, de cólicas, de alterações de humor constantes e até por vezes aceitamos as dores durante o acto sexual por pensarmos que "é por sermos mulheres", mas não é, não podemos aceitar a dor, o desconforto e a dor não são "normais". Temos que escutar o nosso corpo e a mensagem que este nos quere transmitir antes que seja tarde de mais.

 

Com amor,

Kate

 

 

Guardar

Guardar

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub