Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Kate Sotero

26
Jan16

Importância dos Oligoelementos

Kate

A Oligoterapia é uma terapia que usa os oligoelementos para equilibrar défices que possam estar a comprometer o nosso bem-estar geral. Durante uma consulta de oligoterapia são realizadas várias questões e análises de forma a perceber quais os oligoelementos em falta ou em excesso no nosso organismo. 

 Os oligoelementos, são elementos químicos indispensáveis à vida, existem em baixas concentrações no nosso corpo, e ao serem ingeridos, são automaticamente absorvidos pelo nosso organismo, são catalizadores das funções enzimáticas.

 

Existem 4 tipos de oligoelementos:

 

O.Essenciais: Ferro, Iodo, Zinco e Magnésio

O.Importantes: Selênio, Enxofre, Crómio, Cobre, Manganês, Flúor, Cobalto, Molibdênio

O.Tóxicos: Mercúrio, Alumínio, Chumbo

O.Vitais: Cálcio, Sódio, Potássio, Fósforo

 

Hoje vamos referenciar apenas os essenciais e os vitais.

 

O Ferro desempenha um papel importante no transporte de oxigênio no sangue através da hemoglobina, presente nos glóbulos vermelhos. Para ser absorvido, precisa de outros oligoelementos como o Magnésio, o Cobalto e o Cobre.

 Alimentos ricos em ferro: beterraba, mexilhão, lentilhas, feijão (principalmente o branco), tofu biológico, gema de ovo entre outros.

 

O Iodo é imprescindível para o funcionamento da tiróide, pois permite a sintetização das hormonas T3 e T4, que influenciam o crescimento, o metabolismo a temperatura corporal e a fixação de cálcio no organismo.

Alimentos ricos em iodo: marisco, algas, ovos, sal marinho, acelga, pepino, agrião...

 

15dd7a69996f4762b307dbba6f3b0edb.jpg

 

 

 

O zinco é indispensável na síntese de proteínas, é um poderoso antioxidante e cicatrizante, que actua juntamente com o cobre na renovação da derme. Responsável pelo metabolismo dos hidratos de carbono, pela manutenção do sistema imunológico, pela fertilidade e a maturação sexual, o zinco é indispensável ao nosso corpo pois não o conseguimos produzir.

Algumas fontes de zinco: ostras, marisco, ovos, carne de vaca, soja, amêndoa, amendoim, avelãs.

 

O Magnésio é responsável por inúmeras funções importantes no nosso organismo, entre elas destacam-se a produção de ATP (adenosina trifosfato, que tem como função armazenar energia necessária às nossas células), contração muscular, síntese de proteínas e a manutenção do ritmo cardíaco. Os níveis de Magnésio no nosso organismo podem diminuir devido ao stress, excesso de esforço muscular, depressão entre outros factores. 

Alguns alimentos ricos em Magnésio: nozes (sobretudo as amêndoas),  cacau cru, sementes de abóbora, arroz integral, alcachofra, espinafres, gérmen de trigo...

 

O.vitais

 

O Cálcio é responsável pela formação óssea e dentária, atua também com a vitamina K na coagulação sanguínea, regula os batimentos cardíacos e ajuda na contração muscular.

Alimentos ricos em cálcio: couve, laranja, queijo, amêndoas, cenoura, espinafre, tofu, feijão, quiabo, sardinha, sementes de sésamo. 

 

O Sódio controla a entrada e a saída de água das células no nosso organismo, é importante para a transmissão neuronal e para as contracções musculares, no entanto o seu consumo em excesso pode ter alguns dissabores. Uma das fontes principais de sódio é o sal, em geral conseguimos ingerir as necessidades diárias de sódio, pois o sal está presente em vários alimentos do nosso dia-a-dia.

 

O Potássio representa um papel importante no equilíbrio de acidez no nosso organismo, nas funções do relaxamento muscular e no equilíbrio da hipertensão arterial. 

Alimentos ricos em Potássio: abacate, cenoura, amoras, espinafres, cogumelos, feijão, tomate, damasco, papaia, beterraba, ervilhas, entre outros.

 

O Fósforo juntamente com o cálcio forma cristais, o fosfato de cálcio, e com o Magnésio forma o fosfato de Magnésio, essenciais para a estrutura dos ossos e dos dentes. É também importante para a estrutura do ADN, para o metabolismo das proteínas, hidratos de carbono e gorduras, assim como para a manutenção dos ph no nosso organismo. 

Alimentos ricos em Fósforo: cereais integrais, sementes de abóbora, amêndoa, sardinha, sementes de girassol, castanha, ovos, figos, quiabo, açaí...

 

A Oligoterapia tem como principal objectivo o equilíbrio dos minerais e vitaminas no nosso organismo, assim como a eliminação de substância tóxicas que possam estar a influenciar as suas funções.

 

Com Amor,
Kate

 

 

 

Guardar

Guardar

Guardar

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub